top of page
Buscar

Cuidados necessários no pós-parto


Durante a gestação, o corpo da mãe passa por muitas mudanças. A nível de curiosidade, o útero aumenta cerca de 20 vezes o seu peso original. Alterações nos seios, pele, inchaço e cansaço também são causados pela gestação. No período de seis a oito semanas após o parto, se inicia o puerpério que é o momento que o corpo da mulher volta ao estado anterior a gravidez. Veja a seguir alguns cuidados fundamentais para uma boa recuperação.


Cuidados durante a internação

Normalmente, a internação dura de 2 a 3 dias, é nesse momento que você precisa entender sobre as alterações do seu corpo em relação ao pós-parto e os cuidados que deverá tomar, tudo com auxílio da equipe médica e enfermagem. Na primeira hora após o parto é fundamental a vigilância de sangramento vaginal para que não corra o risco de hemorragia.

  • Sangramento O sangramento gerado é chamado de Loquiação, pode durar por todo puerpério e ir diminuindo sua intensidade conforme os dias. Pode ser usado o absorvente, mas deve ser trocado várias vezes ao dia, dê preferência aos de algodão e evite o uso de absorvente interno para não causar infecções.

  • Parto normal x cesárea Para quem optou pelo parto normal, é comum sentir ardência ao urinar e ocorrer inchaço na região genital nos primeiros dias, para ajudar é recomendável colocar compressa gelada no local. No banheiro, evite o uso do papel higiênico e passe a lavar com água e sabão para prevenir inflamação dos pontos. Já em caso de cesárea, deve ser lavado com água e sabão a cicatriz pelo menos uma vez ao dia e mantida sempre seca. Normalmente, a cicatrização da pele leva em torno de 7 a 10 dias.

  • Cólicas Sentir cólica nos primeiros dias é comum, principalmente ao amamentar por conta de um hormônio (ocitocina) liberado durante a amamentação. Medicações sempre serão prescritas para controlar a dor nos primeiros dias.

Cuidados em casa

Nessas horas, beber bastante água e manter uma dieta balanceada é importante para a recuperação do parto e ajuda na produção do leite. Lembrando que o primeiro leite produzido pela mãe é o colostro, ele possui uma coloração mais amarelada e é rico em nutrientes para o recém nascido. A partir do 3° ao 5° dia ocorre a descida do leite maduro, também chamado de apojadura, é comum o aumento do volume de leite produzido e as mamas ficarem quentes e inchadas. Procure o seu médico caso sinta muita dificuldade na amamentação.

  • Atividade física No parto normal após duas semanas é permitido caminhada e atividades leves, todas orientadas pelo médico que acompanhou a sua recuperação. No caso da cesárea, este tempo costuma ser prolongado.

  • Relações sexuais Em geral, não é permitido ter relações sexuais por 30 a 40 dias após o parto. A penetração nesse período pode ser dolorosa para a mulher e causar infecções. Mas vale ressaltar que mesmo com a liberação do seu médico, ela só deve ocorrer se a mulher se sentir confortável e preparada. Por conta do puerpério, o hormônio responsável por estimular a produção do leite (Prolactina) aumenta, resultando na redução do libido.

O apoio emocional de amigos e familiares é outro fator necessário nessa fase, a instabilidade emocional e falta de energia são desencadeados pelos hormônios produzidos. Ocorre geralmente nos primeiros 15 dias, mas se forem intensos e duradouros é recomendado uma avaliação médica para diferenciar de uma possível depressão pós-parto.

Comenta aqui o que mais te ajudou durante o pós-parto ou compartilhe para uma amiga grávida também conhecer essas dicas💗

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page